Posts tagged viagem

Deus é brasilero, e parece ke Jesus tamen

0

Aki vai um gostinho do meu novo livro ‘Per anhalter durch die brasilianische galaxis’ (De carona atravez da galáxia brasilera), ke saiu em otubro de 2013, na Alemanha. Primero cuma passajem do prólogo e depois um pedasso sobre a nova relijosidad brasilera. (weiterlesen …)

Pós-Gerra

0

Sao 2 da manhan, a jent tem ke sperar até as 8 da manhan pra frontera abrir. O séu ta bonito. As 8 eles revistam a nossa bagajem, controlam os nosso passaport, os soldado sao simpático e dizem ke a jent pod passar a frontera, mas splicam ke eles tao faz 18 mes sem receber salario, e se a jent pudece ajudar eles a reduzir um pouco a miséria, seria muito bom. O problema é ke a jent ja pagou tanto pra corromper polícia ke ja nao tem mais moeda local. Mas eles foram legal e falam portugueis, acin a jent ajunta tudo o ke a jent tem de moeda e da pra eles, tudo junto em torno de 2 dólar… (weiterlesen …)

A árvore militarizada

0

Por motivos ke seriam monótonos de splicar, eu nao posso postar o relatório sobre o Brasil no blog no mes de marso, por isso eu vou postar relatórios de outros países ond eu ja tiv a mais tempo atrás. Se você nao gostar de texto mais antigo, ce pod comprar um jornal, la ta xeio de coisa atual.

Conakry, a capital da Guinée, é bem tropica, kent e úmida como os omens gostam. Ce sua o tempo todo, de dia no sol, de dia na sombra, na noit com ou sem sombra. Palmeras até o orizont e por toda a part o mar.

A lingua oficial é o francian, e daí tem mais algumas lingua africana. Comer a jent come no La Terrace ou no A Nos Souvenirs, de resto a jent fica no cuarto do hotel, ond o velho ar-condicionado russki, ke soa como um trator sovietico muito antigo, protej a jent do calor. A jent pega um barco com dois russo tamen meio antigo, ke nao soam como trator mas bem russo, até a ilha de Los, ond nao acontece muito fora o fato ke o despertador e o óculos rayban da Shazza desaparecem da moxilinha. Nao, nao foram os russo, eles foram jent muito decent ke até deram coxa de galinha e vodca pra jent, pra consolar. Kem robou a jent nao sab, e depois de 10 anos provavelment nao vai mais descobrir.

(weiterlesen …)

País complicado – Tetona loira

0

Venezuela é un país interessante: los ônibus de la firma Brasilia no van a Brasil, van a Colombia. E los ônibus de la firma Occidente van al oriente. En el ônibus a Santa Elena, en la frontera con Brasil, há 2 meninas e um cara, mochileros venezolanos, bien en la frente conmigo. Ellos quieren visitar aldeias indígenas, ficar unos meses, aprender e continuar para outras aldeias indígenas, na Venezuela, Brasil e Peru. Al todo ellos quieren viajar dos añ (weiterlesen …)

País complicado

0

Eu tenho que mudar os meus planos. Em octubre tem a Feira do Libro de Frankfurt, a maior feira do libro do mundo, e o foco esse ano é o Brasil. Eu tenho que ir nessa, e eu tenho uma ideia: atravessar o Brasil do Oiapoque ao Chuí de carona, entrevistar os motoristas e depois escreber um libro que debe ser um caleidoscópio de biografias brasileiras.

(weiterlesen …)

Ferias de verdad

0

A imajem mais bonita dessa viajem é do aviao: cuando o sol nasce sobre o Kazachstan ou Kirgizstan ou Afghanistan, ele brilha sobre a turbina e a asa do aviao, ke fica um amarelao imprecionant. E la em baxo ta a cordilhera Tian Shan, um brasso do Himalaia, num brancao imprecionant. Branco e amarelo, essas eram as duas cores ke se viam, mas nao precisava de mais mesmo. Coisa imprecionant.

(weiterlesen …)

A China ke nao é a China

0

Depois das megalópole chinana como Shanghai e Hongkong, Taipei da uma impressao de ser pekena e trancuila, ela só tem 3 milhao de abitant. Tamen nao se ve as grands multidoes ke se ve na China propriament dita. Os prédio sao em média mais baxo, tipo 5 ou 10 andar, se bem ke tem uns prédio jigant tamen, por exemplo o Taipei 101, ke foi o edifício mais alto do mundo de 2003 a 2008.

(weiterlesen …)

De volta ao Reino Central – 5 Man Fuk

0

Apesar de a dis tancia mal ser maior ke de Beijing pra Shanghai, a viajem du ra 24 o ras em vez de 5. Mas mui to em breve vai ter a ro ta com trem-bala de Beijing pra Guangzhou (Cantao) – na ver dade Guangzhou, Shenzhen e Hongkong for mam u ma megalópole de 50 milhoes de a bi tan tes. Em Shenzhen eu ke ro pega o trem pra Hongkong, nao acho o guichê pra comprar pa sajem, a té ke um chinês ke fala inglês me explica ke nao tem trem de Shenzhen pra Hongkong porke a frontera é a 100 metros de dis tancia, e pra isso nao precisa de trem. Ah, en tendi, primero eu tenho ke pa sa a frontera e daí pegar o metrô pro centro. Eu ten to liga pro meu amigo ke mora aki, mas a bateria do meu celular ta vazia, eu tenho ke ligar do telefone público, ele nao a tende, eu dexo men sajem na secretaria mas ele nao pode ligar de volta. Eu vou pra cidade e ten to la de no vo, mas nao funciona, eu per gun to pro pe soal onde eu po so acha um ho tel, um ca ra me manda pra Causeway Bay, eu chego la com o metrô mas é um cal sadao todo chic, como é ke vai ter pou zada ba ra ta por aki? Eu per gun to pros motoristas de taxi, mas eles sao tudo chinês da China propriamen te di ta e nao en tendem uma pala vra do ke eu digo. Eu fico procu rando duas oras no maior calo rao, das 10 a té a meia-noi te, e acabo num ho tel ke aluga os cuartos por ora. O cuarto ta cheio de spelhos, mas cuando eu dur mo i so nao é um problema, eu nao tenho ke fica me olhando.

(weiterlesen …)

De volta ao Reino Central – Encontros e desencontros

0

Eu vou pa ra Shanghai cong o treng-ba la. No cao sadao de Shanghai eles veng me o fe re ce ma sa jeng o teng po to do – ma sa jeng se xu ao, cla ro. Eng je rao sao ho mens ke fa zeng a pro pa gan da, mas quan do sao mu lhe res, eu qua se fi co fra co, ke co mo eu di se teng mui ta mu lher bo ni ta e char mo za. Mas é seng pre ung pro ble ma, por ke pu ta é su per sing pa ti ca quan do veng o fe re ce, mas quan do o ne gó ci o fi ca sé rio e las gos tang de mostrar ke fa zeng tu do só pe lo di nhe ro, ke tu do é ung ne go ci o, e ke e las gos ta ri ang de acaba o trabalho o mais rapido pocivel.

(weiterlesen …)

De volta ao Reino Central – Puta de loja

0

Pra entender esse texto é recomendavel ler ele em voz alta. Se tu tiver no metrô, leva fone de ouvido, acin o pessoal acha que você ta telefonanto, se nao o pessoal ainda vai pensar que tu é doido varrido.

UV-Visitar Beijing e nao ve a Mu ra lha é ko mo i a Roma e nao ve o Pa pa. A Muralha ta a 70 km ao norte da cidade, cla ro ke eu tou fa lan do do pe da so mais próximo da cidade – ao to do e la teng 5000 km de extensao. E vo ce no ta ke a ka pa ci da de de fa la ing lês vai di mi nu in do, a me di da ke se afasta do centro de Beijing. Na Es ta sao Cen tral ain da teng ung gui che pra estran je ro, ke te o ri ka men te a ten de chi nês tang beng, quan do nao teng estrangeiro, a idiotice é só que a placa que diz i so só ta ing chi nês, de forma que os estrangeiros nao sa beng ke po deng fu ra a fi la e fi ka beng na frente. Mas ja na Es ta sao do Nor te nao teng mais uma única placa eng ing lês, e nin gueng fa la ing lês, quan to me nos português ou norueguês. Eng ci ma da Mu ra lha teng milhoes de turistas, e a Mu ra lha vai ser pen te an do eng ci ma das mon ta nhas a té de za pa re ce no ho ri zon te. A propósito, o país que é mais visitado por turistas o je eng dia é a China, o país ke teng mais turistas no exterior é a China, e a maioria dos turistas na China é de chineses. Pra cada turista estrangeiro na China teng 10 chineses.

(weiterlesen …)

Go to Top