PERFECCIONISMO ALEMAO
O H mudo nao é mais scrito: O pacient com epatit foi vítima de um omicídio no ospício. Essa regra tem 2 excessoes: hotel e hospital. Sao duas palavras muito internacionais, e seria pena se um strangeiro foce vítima de um atac de érnia e nao encontrace o hospital porquê na placa tava scrito ‘ospital’.
Normalment essa seri é sobre países, mas as vezes eu vario o tema. Por exemplo agora eu tou dando aula de alemao pra refugiado, daí eu screvi uma seri de artigos pro jornal alemao Berliner Zeitung, e eu vou botar alguns aqui. Ao mesmo tempo eu vou comessar a apresentar todas as minhas variassoes linguisticas. E ja que a comunicassao na scola de alemao é muito difícil, com uma gramatica e um vocabulario bem basico, o texto no original ta numa lingua que os alemaes chamam de ‘alemao de stassao de trem’, ja que se fala todo tipo de língua por ali e o alemao é bem basico. No Brasil daria mais ou menos português de índio. Mas a ortografia é em brasilês, fase H…
Meu gata diz eu fica muito case, screv livro, dia e noit computador, tem que sair – porquê nao da aula alemao pra refugiado? Ta bom, entao eu vai ensinar alemao pra organizassao caritativa em centro refugiado, pelo menos um pouco útil. Mas ants comessar aula tem churrascada de refugiado, eu spera que quando comessar aula ainda tem refugiado. Mes depois recebe 2 lista presensa 1 lista ausência – mas normalment uma lista presensa ja ve quem ausência, ou nao? Nao interessa, fato é mim compart aula com menina lest europeu. Ela ouviu, nosso curso só mulher.
Organizassao diz 3 matrícula. 3 aluno, 2 professor, pouco aluno pra tanto professor, né? Num ta cheio refugiado Alemanha querendo aprender alemao? Talvez fez anúncio em alemao e ninguem entendeu? Num centro refugiado zelador faz acim: 3 folha com regra da casa em alemao superburocratico, mecanico Eritreia – um mes Alemanha – dev ler e por favor acinar.
Ants chef organizassao dizer eu tem que ensinar por livro didatico. Mas daí precisa livro didatico, né? Ah, tem que buscar livro escritório. Eu ouve dizer tem projetor, mas ond projetor? Ah, projetor ainda tem que organizar, tem problema seguransa – mas brev problema resolvido. Eu chega curso, só 4 aluno. Eu quer perguntar pra mulher de organizassao por causa matrícula – alguns tem matrícula, outros nada, mas em formulario palavra aleman como ‘Aufenthaltsstatus’, significa mais ou menos ‘situassao legal do estrangeiro’ – tem que fazer tudo isso? – se tiver que fazer durant aula, vai passar o dia inteiro preenchendo formulário de aluno. Mas mulher da organizassao ta em reuniao. Eu comessa: meu nome é Zé do Rock, como teu nome? Eu vem de Brasil, você vem de ond? Cual o seu trabalho? Vem mais dois aluno. Eu faz pronome: eu bonito, você feio. Eu faz palavra cortesia: bom dia, boa tarde, oi, olá, oba, obrigado, beleza, por favor, por favor eu nao tem dinheiro! Vem mais aluno. Eu faz número. Vem mais dois aluno. Tudo de novo: meu nome Zé, teu nome como? Ali Al-Turimi? OK, chamo Turimi, porquê 4 Ali na clace é Ali demais. Vem de ond? Siria, Siria, mas tamem outros país árabe e africano. Tamem chinês – como acim, chinês? China nao é democracia? E nao tem só mulher no curso, tem mais omem que mulher. Trabalho? Tem tudo: mecânico, contador, tecnico, caminhoneiro. E você, Zayid? Advogado Síria. E você, Zabar? Policial em Iraque? Chiii, entao spera pouquinho, eu tem que ir banheiro, eu sai que nem fugindo. Zayid diz, “Nao tem problema: ele policial, eu advogado!”
Vem mais 3 refugiado. Como chama, de ond vem, mais uma vez e mais uma vez, ai ai ai. Faz muita mímica, mas de vez em cuando difícil: como vai fazer mímica pra palavra ‘como’? Ou palavra ‘poder’? Daí melhor tentar traduzir pra inglês francês italiano árabe somaliano chinês. Infelizment meu chinês nao é muito bom, somaliano pior. Sírios em geral fala inglês, mais ou menos, mas alguns alunos nada de nada, só própria língua. Eu olha google tradutor, digo pra chinesa: huòzhe. Chinesa ri. Eu mostro palavra pra ela, ela diz, aaaahhh! Huòzhe! Foi que eu falei! Fim de aula, mais que uma dúzia alunos. Daí vem mulher do scritório e quer saber quem pagou. Alguns talvez nao pagou, outros nao entendeu – ainda nao tiveram verbo ‘pagar’. E eu? Preenchi uma lista – outras 2 ou 3 tamem? Nao, vai vir lista nova. Organizassao caridad e governo cidad e governo país e governo centro refugiados, cada um com regra própria, tem que coordenar, mas difícil arrumar prateleira cuando tem inundassao – de gent. Important é que refugiado perceb que em Alemanha tudo perfeito, tem que adaptar!