Cuando uma coisa é de dexar loco, o alemao dis ke é de ordenhar rato, ou seja, tirar leit de rato. E é isso ke eu axo do ke eu leio na mídia aleman sobre o Brasil. O ke vem na capa, Pao de Assúcar e mais um papagaio, ou scola de samba? Claro, no fundo uma favela. Samba e futbol nao podem faltar, e na verdad fora da rejiao do Rio e sudest em jeral o samba nao é muito popular nao. Roc, pop, sertaneja sao os grand campeao no Brasil. E tem muito perna-de-pau ke nem se interessa por futbol. Na Africa viviam pedindo pra eu ensinar futbol pra eles, mas eles jogavam bem melhor do ke eu, daí eu disia ke tava cum problema no joelho.

OK, no jeral tem reportajem mais diferenciada do ke a uns anos atraz, mas muita coisa é copiada de otros jornal, e cuando o pessoal xega no Brasil, os olho procuram a confirmassao das informassao ke ja se tem na cabessa, ke frecuentment sao stereotipada. O brasilero é devagar? Talvez. Mas o ke dev servir de símbolo pra rápida eficiencia aleman, o aeroporto de Berlin, ke devia ter sido inaugurado a mais de um ano, e provavelment vai ainda levar alguns anos pra ser inaugurado, ou os trem? Em termos de pontualidad os trem alemao podiam aprender muito cos ônibus brasilero, e os voo no Brasil sao segundo a flightstats.com dos mais pontual do mundo. Ke eficiência aleman é essa, onde a Telekom corta o servisso de telefone no meu apê, e me manda uma carta disendo ke fes isso porkê nao tem enderesso meu – e a carta é enviada pro meu enderesso? Bom, mesmo acin: os alemao devem ser os campeao mundial da pressa, a kestao é: porkê comparar os brasilero justament cos alemao, e nao com o mundo intero? A jent pod partir do pressuposto ke cuanto mais rico um país, mais rápido o pessoal, e acin um kinto da populassao mundial é mais rápido, os otros 4/5 mais devagar. O bum (boom…) brasilero nunca foi um bum de verdad, e a cuase parada do crecimento nos últimos dois anos nao sao uma parada, e sim uma variassao normal no spectro do crecimento brasilero – muito menos ke na Xina, muito mais ke na Europa.

Xamam o Brasil de sportador de matéria prima. O paiz é o segundo maior sportador de alimentos do mundo, tamen sporta tanto etanol pra Xina ke daria pra todos eles ficar bêbado. E acin poderia se diser ke o Brasil é um sportador de matéria prima. Por otro lado o paiz ta produsindo mais carro de passajero ke os SUA (Stados Unidos da America…), é o tersero maior produtor de aviao, o cuarto maior fabricant de navio, e uma boa part é sportada. Se pod diser ke o paiz é um sportador de matéria prima como os SUA: ele sporta matéria prima, mas ta lonj de ser um puro sportador de matéria prima.

E daí tem a sentensa ke a clace média brasilera – eu to falando da clace média tradicional, a clace média média e alta – aprendeu e nao larga mais, desd ke Lula xegou ao poder: Nunca tev tanta corrupsao no Brasil, os hospital, scola e strada tao tudo num stado lastimavel, porkê todo o dinhero é investido na copa. A sentensa é repetida milhoes de veses, a mídia brasilera repet tamen e daí a mídia internacional fas a mesma coisa. A mídia brasilera pod pertenser ao grand capital, mas ela funciona com redatores e jornalistas, e eces sao da clace média. Eles pensam como a clace média e contam pra clace média o ke a clace média ker ovir: ke ta tudo uma merda. Um sírculo fexado de informassao. Acin a sentensa vira uma verdad stabelecida, mas nem por isso ela ta mais perto da realidad. Se bem ke ela pod se tornar uma realidad, como uma self-fulfilling prophecy, uma profecia ke vira verdad por causa da profecia: de tanto a mídia falar mal do paiz, o mundo para de confiar no Brasil e daí vem a grand crise mesmo.

Pra entender a stória a jent tem ke voltar um pokinho no tempo. Nos anos 60 e 70 comessou a grand industrialisassao no Brasil, o paiz tinha um crecimento astronomico, como a Xina tem oj. Falava-se de 3 milagres, o japonez, o alemao e o brasilero. O milagre japonez se deveu ao fato de ke os japonez eram muito diciplinado, alen do mais eles sabiam copiar produto da Europa e Stados Unidos e perfeccionar os dito cujo. O milagre alemao se deveu ao talento de organisassao e ao alto nível educacional do paiz. E o milagre brasilero, bom, ece é milagre mesmo, ningen conseg splicar.

Em todo caso o milagre brasilero tinha o seu lado negativo: o paiz passou a ser a oitava potência industrial do mundo, mas mais ke a metad da populassao continuou pobre, um kinto até miseravel. E nece tempo foi criado o coeficient Gini, ke med a injustissa social de um paiz. E o Brasil surjiu como campeao mundial da injustissa social. Tamen poderiam comparar a posissao na tabela de renda per capita com a posissao no IDH (índice de desenvolvimento humano), ke med a cualidad de vida da populassao. Nece sentido o Brasil ainda seria um paiz injusto, mas teria bastant paiz mais injusto ke o Brasil, principalment os paiz árab. Mas ningen tava interessado em ver a coisa de um otro ângulo, porkê o mundo ja tinha um vilao: o Brasil.

No comesso dos anos 80 veio a grand keda, o Brasil tava perto da insolvência, e em alguns ano a inflassao xegou a 2000%. A virada veio na metad dos anos 90: Fernando Henrique Cardoso venceu a inflassao, o capital internacional voltou ao paiz, os fabricant de carro ke ainda nao tinham fabrica no Brasil vieram correndo. Muito skerdista tava decepcionado co FHC, ke tratou bem o capital no momento ke xegou ao poder, ele ke era um sociólogo skerdista! Mas ele introdusiu várias formas de acistência social, e provavelment pela primera ves na stória a diferensa entre os 10% mais rico e os 10% mais pobre diminuiu.

Na verdad ele ja tinha dito uma ves numa entrevista: se a jent comessar a redistribuir a renda, a clace média vai xiar. Bom, ele comessou com a redistribuissao de renda, e cada ves mais pobre subiu pra clace média baxa. Mesmo acin ele nao foi vaiado pela clace média tradicional, e isso presumivelment por dois motivo: em primero lugar foi ele ke venseu a luta contra a inflassao, e em segundo lugar ele tratou os programa de redistribuissao com discressao. Em todo caso a prinsipal preocupassao dele nao foi o crecimento, e sim a stabilidad. E mesmo acin o paiz retomou o crecimento, apesar de alguns tropesso.

O Lula ganhou as eleissao em 2002 contra o José Serra, e como o predecessor ele foi amigavel em relassao ao capital, mas fasendo tamen uma politica de skerda. Ele juntou as bolsa do governo anterior e xamou o novo sistema de bolsa família, mas foi muito menos discreto ke FHC, na verdad ele botou a boca no trombone. E de repent a clace média acordou: Ei, kem ta financiando essa bestera toda? Salário desemprego, bolsa família – o governo só ta comprando voto! E depois o pessoal nao ker mais trabalhar nece país! Ond é ke eu ja oví isso? Ah sim, akí na Alemanha… mesmo ke ece tipo de coisa ja exista a mais de 50 ano na Alemanha, como tamen no resto da Europa. Claro, algen podia argumentar ke o PT usou esatament o mesmo argumento contra o FHC, e é verdad. Eu nao axo ke o PT ajiu bem nakele tempo, mas agora eu axo ke ele ta ajindo bem. A clace média brasilera nao viv inventando statística ke compara o Brasil com a Europa Ocidental? E agora ke o Brasil tem acistência social como na Europa, ela reclama?

Só pra informassao: segundo a wikipedia, em 2002 a taxa de desemprego era de 12,6%, no momento ela é de 4,9%. Parece ke nao tem tanta jent interessada em fujir do trabalho. O ke se receb do governo mal da pra sobreviver, e o pessoal ker TV, jeladera, se pocível um carro…

E ainda tem otros motivo pro ódio: Lula só tev pocos anos de scolaridad (fes maduresa mais tard como adulto), e até disso ele se orgulha! Ke diferensa do FHC, ke ja lecionou nas grand universidad do mundo! E depois a clace média no sudest e sul do paiz tem mais um motivo: ele é nordestino, e até disso ele se orgulha!

Claro ke se pod lamentar ke o Brasil é governado por um ignorant, mas tamen pod se diser ke o cara é muito bom, afinal consegiu virar president com tao poca scolaridad – tem tanta jent com diploma universitário ke nao consegiu virar president! E se pod ficar orgulhoso de pertenser a um paiz ke nao é mais tanto uma oligarkia, ond nao só milionário vira president, como nos States.

Eu nao posso me lembrar de ja ter visto tanto ódio, tanta polemica na politica brasilera como desd o dia ke o Lula xegou ao poder. Os aprocimadament 60% da populassao ke votam no PT – os pobre, a clace média baxa, em jeral um poco mais scuro – podem adorar o Lula e por tabela a Dilma, mas a clace média tradicional odeia ele e a mídia ainda joga lenha na fogera. E claro, nem se pod levar a mal – a mídia dis ke ta uma merda, os amigo disem ke ta uma merda, entao o pessoal acredita ke ta uma merda, acin funciona o rebanho umano.

Nao é ke a clace média sofra por causa do governo do PT: os rico tao bem melhor, os pobre tamen, a clace média tamen ta melhor, mas menos melhor ke os rico e os pobre. Só ke agora ece povinho ta sentado no aviao do lado da jent – a clace média nao foi promovida pra primera clace. Ece povinho tem mais dinhero mas continua sem cultura, ja da pra notar isso no comportamento eleitoral – eles votam nos politico errado! Culpa do governo, claro. Eu só me pergunto o ke tem de errado em votar num governo ke melhora a vida deles.

A melhora de vida tem por um lado a ver com o fato ke os xinez e os indiano tao com mais dinhero agora e uma fome enorme de soja e etanol, mas tamen com o fato de ke com a melhora de vida dos pobre o mercado interno creceu tremendament, por esemplo o Brasil ja é o cuarto maior mercado de automovel do mundo e o minuto de propaganda mais caro do mundo é na TV Globo – se as empresa tao preparada pra pagar tanto, é porkê tem mais ke jent suficient com dinhero pra comprar.

Mas reclamar de uma solidariedad forsada nao é bonito e elegant, entao o governo tem ke ser criticado por otros motivos: nunca tev tanta corrupsao no paiz como agora, o stado dos hospital, scola e das rua ta catastrofal, porkê todo o dinhero é gasto com a Copa do Mundo.

Eu pergunto pro pessoal se eles compararam statistica de corrupsao dos velhos tempos com os novos, e claro ke a resposta nao é uma resposta: “Ta scrito em todo lugar, ta no jornal todo dia, todo mundo sab!” Antigament nao tinha statistica nenhuma pra isso, fas pocos anos ke a organisassao Transparency International tenta medir a corrupsao no mundo, o ke ja é cuase como faser statistica de crime perfeito. Em todo caso fica evident vendo as tabela ke cuanto mais rico o paiz, menos corrupsao, ou seja, a Dinamarca é um dos paiz menos corrupto e paiz como o Congo ou a Somália tao no grupo dos mais corrupto. Nece sentido o Brasil nao é nem um anjo, 68 paiz, um terso dos paiz do mundo, sao menos corrupto, mas dois tersos (ond vivem 4/5 da populassao mundial) sao mais corrupto, e ele ta até uns pocos pontos melhor na tabela de corrupsao do ke se speraria dele pela posissao na renda per capita. E de todo modo a Dilma ja despediu 7 ministro por suspeita de corrupsao.

A kestao das strada: elas rarament tao tao boa ke nem as strada swissish ou francian. Mas poren contudo todavia: eu atravecei o Brasil do Oiapoc ao Xuí 5 ves, a última ves no ano passado, e as strada (pelo menos os 6000 km por ond eu pacei) tao bem melhor do ke a 20 ano atraz, nakele tempo as strada mais pareciam kejo swissish. A umas década atraz cuase cualker paiz minúsculo da Europa tinha mais autostrada (pista dupla ou tripla) ke o Brasil, oj em dia só a Deutshland, a Alemanha. Claro, o Brasil é grand, mas nao se pod diser ke isso ta pior do ke ants.

O analfabetismo foi redusido, as universidad se multiplicaram, mas eu tamen tenho a impressao ke o nível baxou. Só ke isso nao é um fenômeno specificament brasilero, e sim mundial – até na Deutshland piorou. E hospital publico pod nao ter o nível swissish, mas o ke ke a clace média entend de hospital publico, ela ke tem plano privado de saúd? De cualker forma o Brasil gastou proporcionalment mais com saúd ke 3/4 dos paiz do mundo.

Sem dúvida, foram construidos stadios ke sao tao necessarios pra respectiva sidad como uma bicicleta prum pexe. A Copa é de lonj o evento sportivo mais milhonário do mundo, entao muita jent ker um pedasso dece bolo. E sem dúvida, se um paiz ker sediar uma Copa do Mundo, tem ke primero baxar as calsa pra FIFA. Corrupsao, politica rejonal, interece economico, etc. Mas o fato é ke o Brasil gastou com stadio pra Copa 3 bilhao de dólar, e pra saúd nece meio tempo 580 bilhao. Isso ker diser ke se nao tivecem construído os stadio, teria uma melhora de 0,3% pra saúd. Ou 0,1% pra saúd, 0,1% pra educassao, 0,1% pras strada…Mas se o pessoal nao perseb uma melhoria de 10% na saúd (ou pelo menos na spectativa média de vida), como vai perseber uma melhora de no mácimo 0,3%?

Sem dúvida, se a mídia ker axar hospital ou strada ruin, ela vai axar – ja axa na Swiss, cuanto mais no Brasil. Isso nem precisa ser maldoso, mostrar o ke ta errado no paiz é até a funsao dela. Por otro lado tem uma indústria jigantesca do sensacionalismo, prinsipalment em relassao a criminalidad. A uns anos atraz tev até um programa de TV ke encomendava assacinato pra ser o primero a tar no local do crime.

O pessoal joga cualker pedra ke axa no caminho pra sima do governo. O tempo todo sai statística ke compara o Brasil com otros paiz, e claro ke eces paiz sao selecionado com muito cuidado, pra no fim o Brasil ser o lanterninha. A poco tempo atraz surjiu uma statística disendo ke em nenhum paiz do mundo se paga tanto imposto e se receb tao poco por isso, por esemplo em termos de spectativa de vida. No Brasil se paga 34% de imposto, na Danmark 25%, e na Danmark se viv 79 anos, no Brasil 73, entao em termos de saúd a dani ganha mais pelo ke paga de imposto – disem eles. Só ke a dani ganha 4000 dollar por mes, a brasili cuase 1000, ou seja, a dani paga mais imposto do ke a brasili ganha de salario. O ke teria ke ser comparado é o ke é realment pago, e nao a porsentajem. Eu nao sei se isso é um erro de raciocínio deliberado ou se a gana de criticar o governo é tao grand ke ela dexa o pensamento nublado.

Ou você ve duas tabela, uma comparando o crecimento brasilero com os paiz do BRIC e uma otra comparando a renda per capita com paiz do primero mundo. Nos dois o Brasil sai lanterninha. Se fisecem o contrário – comparar o crecimento com o primero mundo e a renda per capita com o BRIC, o Brasil taria bem por sima, mas nao é essa a intensao de kem fas ece tipo de tabela.

O pessoal reclama da criminalidad. Sao Paulo no momento é tao segura (ou perigosa) como Frankfurt. OK, Sao Paulo é no momento uma das sidads mais seguras do Brasil, encuanto Frankfurt é a mais perigosa da Deutshland. No Rio e na maioria das outras metrópoles a criminalidad caiu, em compensassao ela aumentou no interior, principalmente no nort e nordest. Em Vitória ela aumentou muito depois do ano 2000 (agora ta diminuindo de novo), e o pessoal la splicava ke com tanta polícia e persegissao os criminoso no Rio ja nao tavam se sentindo mais seguro, e fujiram pra Vitória. Como um todo o Brasil ainda é um paiz perigoso, aí só tem um pekeno consolo: ele ja nao ta mais entre os 10 mais perigosos…

E o governo ainda é culpado pelo mau trânsito. Mas o ke ke o pessoal spera por esemplo numa sidad como na Grand Sao Paulo, ond cuase 3000 carro sao injetado POR DIA no trânsito? O ke ke vocez kerem, pessoal? O bem-star da Swiss e o trânsito da Norte Korea? E daí tem muito clace média por aí reclamando ke nao pod mais pagar empregada, porkê elas tao tao cara e agora ainda tem ke pagar seguro. Eu só posso diser: uma Swiss com scravo a domicílio nao esist, na Swiss só milhonário tem empregada.

Provavelment a Dilma é mais competent ke o Lula, mas nao em termos de carisma. E ela nao tev tanta sort como o Lula – o mercado interno continua crecendo, mas a Xina e a India nao tao crecendo mais tao rapido, de modo ke a sportassao de soja e etanol nao crece mais tanto. Tamen nao é nada trajico, eu axo bom ke o governo nao considere o mundo uma corrida de Fórmula 1 – a xanse de acontecer acident é grand. Daí ainda tem a seca em boa part do paiz, os motorista de ônibus, a polícia, os professor e muitos otros fasendo grev, e sem dúvida ke vem mais grev por aí: nunca o governo foi tao fácil de xantajear. E depois tem os protesto da clace média, dos skerdista mais radical, e de jent ke axa legal se enxer de produto no supermercado e nao tem ke parar no caxa pra pagar. Bom, se eu puder evitar fila de supermercado, eu tamen evito, né. Em todo caso isso ja é demais pra mídia, ela nao ta interessada em caos, em jeral nao da pra faser tanto dinhero em tempo de crise.

O Brasil ainda ta lonje de ser um paraíso pra todos, ainda tem problema com pobresa, criminalidad, meio ambient, alen do mais uma onda de proibissao assola o paiz, dakí a poco fumant vai ter ke se sconder debaxo da pont, as proibissao de álcol vao se multiplicando: o Brasil ja foi o número 1 no consumo de destilado, agora só é número 15 – uma vergonha! A obsessao por saúd e seguransa vai se spandindo, e daí tem todos eces evanjelico, ke dakí a uma ou duas década vao ser a maioria no Brasil – e ke gostam de proibir mais ainda ke os otro. Bom, tao proibindo tudo ke aparece no caminho, e infelizment tem muita jent ke axa bom. O ke eu nao gosto, tem ke ser proibido. No fim o Brasil nao vai ser como a Swiss e sim como os States, até com proibissao de perfume em repartissao publica e restaurant. Isso ainda nao tem no Brasil, em compensassao proibissao de bejar em alguns bares e no mínimo em um xopim senter.

O Brasil deu grands passos nos últimos anos, e ele até empresta dinhero pra Europa pra ela resolver as crise ke assolam a rejiao. As multinacional brasilera tao em plena spansao no mundo, e a maior multinacional de serveja do mundo é a belgo-brasilera INBEV (fusao da Interbrew com a Ambev) – até na Alemanha, a terra da serveja, é ela ke domina. Mas muito mais important ke isso é ke o Brasil é um dos pocos paiz ond a disparidad entre rico e pobre ta diminuindo. Mesmo no sertao tem hospital ou sentro de saúd em cuase cualker vilarejo, ond uns 30 ano atraz ningen nem sabia o ke é uma aspirina. O pessoal nao ta mais a pé ou em sima de uma mula, agora ta todo mundo de moto ou carro. As sidadzinhas tao se arrumando, ficando bonitinha, os ônibus scolar vao até as vila mais scondida e buscam as criansa, nas periferia ta xeio de cuadra de sport e muito bar organisando sarau, xeio de poeta, musico – pra mim é emocionant ver toda essa evolussao. Eu tamen venho da clace média, mas eu to na ala dos otimista.

Nao dexa de ser absurdo: visualment a mídia internacional mostra um Brasil ond se tem a impressao ke 90% da populassao viv em favela, e na verdad sao 20%. Em termos de conteúdo a mídia reflet a opiniao da clace media tradicional, e só 40% pertencem a essa clace. Se tivecem feito o contrário, seria bem mais positivo, mas acin é sempre negativo, e nunca reflet uma maioria.

Alen do mais eu nao gosto do jeito ke os locutor pronunciam e os jornalista screv nome jeografico brasilero, spressao e palavra em espanian ou meio em espanian. Se ece pessoal nao sab, podia perguntar pra mim, né? Alen do mais tem muito jornalista ke fica anos no Brasil e ainda nao sab ke a palavra ‘gringo’ no Brasil nao ker diser specificament americano ou europeu loiro, e sim cualker stranjero. De forma ke paragi ou colombi tamen é gringo. Os latinoamericano ficam puto cuando ov isso – mierda, ombre, no somos gringos!

Em todo caso: se o pessoal ta tao insatisfeito cos politico no Brasil, e gosta tanto de se comparar com a Swiss pra diser como a situassao ta uma merda, eu só posso sujerir ke se terserise o governo – por esemplo a jent podia pegar um swisso como president, e aí eu ja tenho uma ideia prontinha: porkê nao pegar o Sepp Blatter?